Sou adepta da política de que todo dia é dia dos namorados, mas, como uma boa brasileira e baiana, se há um motivo, não perco a oportunidade de celebrar e celebrar o amor é sempre muito gostoso, concordam?

Este ano comemoramos o nosso dia dos namorados com um jantar no restaurante Tsukiji. Como já comentei por aqui, estávamos ansiosos para conhecer esse restaurante por ser um projeto encabeçado pelo Chef Paulo Morais.

Confesso que estávamos curiosos para saber como esse jantar de dia dos namorados ia correr. Isso porque, em Portugal, nessas datas especiais, os restaurantes trabalham de forma diferente. Basicamente, o Chef cria um menu específico para esse dia e os restaurantes funcionam apenas com esse menu.

Quando vou a um restaurante cujo target é menu degustação, espero sempre uma cadência razoável entre os pratos e um atendimento muito simpático. No entanto, neste caso, não sabia ao certo o que esperar, já que o Tsukiji não funciona normalmente com menu degustação, mas funcionaria dessa forma na noite do dia dos namorados. Posso dizer que o Tsukiji passou no teste. A cadência do serviço estava perfeita. Não esperamos muito entre um prato e outro. O staff, além de muito simpático e atencioso, parecia realmente feliz por atender a todos. Nada como ser atendido com um sorriso, concordam?

O menu do dia dos namorados foi criado pelo Chef Paulo Morais e custava €55 por pessoa, já com as bebidas incluídas. Quando chegamos ao restaurante, iniciamos com um miminho do Chef um tataki de salmão e um ceviche, pratos que não faziam parte do menu que foi divulgado. Acompanhamos com um flute de espumante. Optamos por começar com o ceviche, que estava muito bem confecionado e tinha um toque picante muito interessante. No tataki, saltava aos olhos a qualidade do produto (no caso, o salmão) utilizado, o que nos deixou desejosos dos próximos pratos.

Combinado de sushi e sashimi

Logo em seguida, passamos para 1º momento do menu, chamado “a procura do amor”. Esse momento era composto por um combinado de sushi e sashimi em diversas texturas. Também muito saboroso.

Camarão tigre com molho de carabineiro, kimuchi e puré de aipo (em formato de coração s2)

O 2º momento do menu, chamado dois corações em uníssono, foi o clímax da refeição: camarão tigre, molho de carabineiro, kimuchi e puré de aipo. A combinação dos sabores era simplesmente deliciosa. Podia repetir esse prato algumas vezes rsrs Acompanhamos esse momento com um vinho branco da casta encruzado.

O 3º momento, chamado as setas do cupido, era composto por uma espetada de lemon grass com novilho maturado e vieiras, que acompanhamos com um vinho tinto.

Éclair de chocolate com creme de maracujá e sorbet de manga

E para finalizar, o 4º momento, chamado Muita paixão e… Chocolate”, composto por uma sobremesa que nos deixou com vontade de quero mais. Um éclair que combinava chocolate e maracujá na medida certa com um sorbet de manga e um cafezinho para acompanhar.

Enfim, a experiência ultrapassou as nossas expectativas. O restaurante por si só é um local agradável, com uma decoração casual, mas requintada. O staff, como já mencionei, muito simpático e atencioso e os pratos bem confecionados com produtos de qualidade, o que sem dúvidas é muito importante.

Nosso sentimento: Após esse jantar, ficamos com um sentimento de quero mais. Queremos conhecer o restaurante em seu funcionamento normal e, assim, ter uma experiência diferente da que tivemos. Além disso, ficamos desejosos de conhecer o outro projeto do Chef Paulo Morais, o Kanazawa, que já está na nossa lista de restaurantes a conhecer.

Tsukiji
Rua dos Jerónimos nº 12, 1400-211 Lisboa 
E-mail:
reservas@tsukiji.pt
Tel: 963 209 315

Sobre o autor

Close